Bocarra apresenta seu segundo EP, “Clausura”

Gosta do trabalho do ZonaPunk?
Então se torne um apoiador e ajude-nos a manter o site ativo: https://apoia.se/zonapunk

Os paulistanos da Bocarra lançaram na segunda-feira (7), com exclusividade no Bandcamp, seu novo EP “Clausura”, gravado durante a quarentena e de forma remota.
Composto, produzido e gravado pelos membros da banda em suas casas, “Clausura” é um projeto em que as três músicas do EP se interligam em uma linha do tempo.
O novo EP nasceu durante o período de quarentena de forma despretensiosa. O isolamento social acabou se tornando um momento muito prolífico pra nós, com muitas novas composições surgindo.
Quando vimos, tínhamos um material que conversava com esse momento específico e fazia sentido trabalharmos essas músicas juntas
“, conta o guitarrista e vocalista Fernando Hound.
“Palavras Rasas”, a música que abre o EP, remete a um passado recente, que teima em se fazer presente. O som aborda a divulgação de notícias falsas e como a desinformação é uma arma perigosa e fatal.
Na sequência, “Pelos Dias que Virão”, lançada anteriormente como um lyric video no Youtube, fala sobre o momento presente e o isolamento social, com o grito de “Lockdown” como uma metáfora
para essa necessidade. Por fim, “Conversa com a Janela e o Vento” é um devaneio com ar de esperança pelo futuro. A expectativa de voltar a viver sensações, antes corriqueiras, que se tornaram escassas por causa da pandemia.
A produção do EP foi feita de forma remota, o que era um enorme desafio, já que a Bocarra havia passado por uma reformulação de metade dos membros. Com ensaios via conferências de vídeo e
gravações com celular as músicas foram tomando forma.
Para gravar, a banda utilizou os poucos recursos que seus membros tinham a mão. A bateria, por exemplo, foi gravada com um aplicativo de bateria para celular.
A banda se mostrou muito congruente desde o início da nova formação. As diferenças de estilo e percepções de cada um, fez com que as músicas fossem construídas de forma rápida e criativa.
Criamos de acordo com o que tivemos à disposição em nossas casas aliado à criatividade e capacidade técnica de cada um dos integrantes
“, afirmou o baixista Gui, que mixou e masterizou o EP.

Após trabalhar o novo lançamento no Bandcamp, a Bocarra disponibilizará o novo EP em todas plataformas digitais, a partir de 11 de dezembro.


A BANDA
Nascida com o propósito de quebrar a monotonia e ser uma válvula de escape para drenar as angústias do dia a dia, a Bocarra foi formada no fim de 2016 pelos amigos Fernando Hound e Jota Vê. Com influências que vão do punk ao indie garageiro dos 2000, passando pelo R&B e Mod Revival, a banda apresenta canções vigorosas, marcadas pelos riffs de guitarra cativantes em harmonia com linhas de baixo groovadas e bateria certeira. As letras apresentam cenários urbanos, críticas sociais, perfis humanos e análises psicológicas que fazem parte do cotidiano das metrópoles.
Após fixar sua primeira formação iniciaram suas atividades em 2017, com ensaios, pocket shows e o início das gravações de seu primeiro registro, uma demo, lançada em 2018, com cinco músicas, chamada “Ruas da Noite”.
O gupo aproveitou o lançamento para produzir um videoclipe da música “Inspiração, Piração”, gravado e editado de forma independente pelos próprios integrantes.
Em 2019 foi lançado o single “Cidade Futurista”. A música contou com um lyric video baseado no filme “Metropolis”, de 1927.
Ao mesmo tempo que produziam foram para a estrada passando por diversos palcos do underground paulistano, como o Baderna Bar, Centro Cultural Zapata, PPM Estúdio, Cardeal Pub, Jai Club, entre outros. Nos shows, a Bocarra mostra uma de suas principais características, com apresentações explosivas e cheias de energia. No início de 2020, a banda passou por uma reformulação, com a entrada de Gui Bellotta e Rica Bascu pouco após o começo da pandemia.
Dessa forma, a banda ficou com Fernando Hound, guitarra e vocal, Jota Vê, guitarra e vocal, Gui, baixo, e Rica, bateria.
Agora, o quarteto aguarda pelo fim do período de pandemia e quarentena, para poder voltar aos palcos e apresentar suas
novidades.