The Cribs lança novo álbum “Night Network” pela Sonic Blew / [PIAS]

Gosta do trabalho do ZonaPunk?
Então se torne um apoiador e ajude-nos a manter o site ativo: https://apoia.se/zonapunk

The Cribs estão de volta em grande forma, com seu oitavo álbum, Night Network, lançado via Sonic Blew / [PIAS]. O álbum de 12 faixas auto-produzido foi gravado no Foo Fighters Studio 606 em Los Angeles na primavera / verão de 2019.
 
Night Network é tão novo, catártico e vital quanto qualquer coisa que eles já lançaram. Não há cansaço, sem amargura, apenas um desejo claro de voltar a fazer o que eles fazem de melhor – aquela mistura única de melodia agridoce, honestidade lírica brutal e riffs.
 
A banda já havia liberado clipes para os singles do álbum, “I Don’t Know Who I Am”, dirigido por Nick Scott, além de “Never Thought I’d Feel Again” e Running Into You”, ambos co-dirigidos por Andy Knowles e Nick Scott.   
Os três irmãos estavam espalhados por mais de 8.000 quilômetros, com Gary em Portland, Oregon, Ryan em Queens, Nova York e Ross em Wakefield, West Yorkshire. Quando eles se reuniram no Reino Unido para um Natal em família em dezembro de 2018, começaram a trabalhar em músicas na garagem de Ross e encontraram sua criatividade fluindo.
 
As músicas vieram juntas rapidamente, e quando finalmente contataram o Foo Fighters e disseram que gostariam de aceitar a oferta, eles receberam uma janela de tempo de estúdio em abril de 2019 – uma data fixa para trabalhar, e ímpeto para um empurrão final para resolver o miasma da bagunça dos negócios.
 
E eles voltam com um amigo familiar também – Lee Ranaldo, ex-integrante do Sonic Youth, e o homem cujos versos falados na faixa ‘Be Safe’ de 2007 ajudaram a elevar a música ao status de hino entre a base de fãs lendariamente devotos da banda. Aqui, Ranaldo toca guitarra em “I Don’t Know Who I Am”. A música começou como uma jam na garagem de Ross, que os irmãos mais tarde acompanharam em 606, antes de Ranaldo colocar camadas de guitarra white-noise sobre a gravação no estúdio Hoboken do Sonic Youth, e alguns backing vocals para uma boa medida.
 
De uma forma normalmente minimizada, a banda aprimorou o que há de tão especial sobre o The Cribs: músicas realmente boas. Os fãs podem muito bem pensar que este é seu melhor álbum em uma década. Então, mais uma vez, tudo está certo no mundo Cribs – ou tanto quanto tudo está certo em qualquer mundo em 2020, pelo menos. The Cribs são românticos e realistas, e a balança, por um minuto quente, quase caiu a favor deste último..
 
The Cribs são: Gary Jarman (baixo, voz), Ryan Jarman (guitarra, voz) e Ross Jarman (bateria).