Manger Cadavre? anuncia nova formação e pré-venda de EP em vinil 7″

Gosta do trabalho do ZonaPunk?
Então se torne um apoiador e ajude-nos a manter o site ativo: https://apoia.se/zonapunk

Os Novos Rumos da Manger Cadavre?

Não era segredo que a banda de hardcore do interior paulista Manger Cadavre? apresentaria sua formação definitiva ainda em 2020. Com a saída do guitarrista Marcelo Augusto e o baixista Jonas Santos, a banda seguia fazendo os shows agendados de 2020 com os substitutos Estevam Romera (Desalmado) e Guilherme Elias (Surra) se revesando no baixo, e com Rodrigo Buitoni (Crânula) na guitarra.

Pegos pela interrupção dos shows devido a pandemia do Covid-19, a banda pode se organizar, colocar as pendências em dia, como o lançamento o compacto 7” do EP “Senhores da Moral”, e encontrar membros que se identificassem com a proposta da banda. O lançamento já está disponível para pré-venda com os selos que estão trabalhando a banda.

Bem vindos à desgraça!

No mês de setembro, com a reabertura dos estúdios na fase amarela (contando com todos os protocolos para impedir a propação do vírus, como higienização, uso de máscaras e testagem dos funcionários), a banda se reuniu para realizar os primeiros ensaios-teste com os novos membros.

“Como eles tiveram muitos meses para tirar as músicas do nosso set, a sensação é que eles já faziam parte da banda. São amigos do rolê, então essa integração foi bem fácil e já foi possível pensar em composição do novo álbum”, comenta Nata.

Paulo Alexandre, assume a guitarra, incorporando riffs e bases pesadas do death metal ao hardcore da banda, seguindo a tendência já apresentada no split “Inflamar”.  Além de ser considerado um dos melhores guitarristas da cidade, Paulo conta com a experiência dos dez anos com a banda de crossover Orgasmo de Porco.

Já os graves ficam a encargo de Bruno Henrique, membro mais jovem da banda que acrescenta em muito com sua dedicação e energia. Ele também é baixista da banda de grindcore joseense Berro Mote.

Planos para o futuro

A Manger Cadavre? segue como uma banda produtiva. Mesmo com o processo de composição de um novo álbum com a formação fixa, eles pretendem lançar um EP com os membros temporários. Com composição de Guilherme Elias e Estevam Romera, a ideia é que os sons também saiam em compacto 7”.

O Estevam e o Gui se dedicaram bastante nesses semestre que ficaram na banda, e, além de serem nossos amigos, são excelentes músicos. Aprendemos muito com eles e gostaríamos de registrar a passagem deles na banda. Por isso a ideia de gravarmos um EP com duas músicas.”, complementa Marcelo Kruszynski.

Sobre shows e turnês, tudo ainda é incerto, mas a banda adianta que a ideia continua sendo a mesma: tocar o máximo possível dentro das limitações de cada membro, afinal, eles precisam trabalhar também, mas a ideia da turnê europeia continua viva.