#ZPDailyReview: The Casanovas – Reptilian Overlord

Gosta do trabalho do ZonaPunk?
Então se torne um apoiador e ajude-nos a manter o site ativo: https://apoia.se/zonapunk

Todo dia um review rápido, uma indicação do que ouvir e o caminho das pedras:

The Casanovas – Reptilian Overlord (2020)

Dar play em “Reptilian Overlord” é ser transportado para aquele começo de anos 2000, época em que o rock escandinavo era hype no underground e nomes como Hellacopters, Backyard Babies e Turbonegro davam as cartas no que era ‘cool’ ou não nas pistas de dança roqueiras de SP.
Mas o fato é que o The Casanovas é uma banda de rock de Melbourne/Australia, bem longe da Suécia; e estamos em 2020, época em que pistas de dança de rock nem existem mais – ao menos por hora. Será que ainda funciona? Sim. O disco é bom.
Parece datado, mas é inegável que o Casanovas tem boas músicas e refrões, além de usar o sabor nostálgico a seu favor em uma época em que ser roqueiro deixou de ser virtude.
Com produção de Mark_Opitz – renomado produtor australiano que já trabalhou com INXS, AC/DC entre outros gigantes locais – o resultado do quarto trabalho full do grupo é uma obra que faria muito barulho na época citada, circa 2002, 2003.
Focando nas guitarras, o conjunto aposta no simples, totalmente ligados aos nomes citados no começo da resenha. São influências setentistas e oitentistas que foram repaginadas nos anos 2000, e requentadas e registradas agora em 2020. Lendo a receita não parece apetitoso, mas é um prato cheio pra quem procura rock dos bons e sem compromisso.
Lançado em LP, CD e nas redes digitais.