Entrevista Exclusiva: The Casanovas fala de novo álbum e a falta de shows

Gosta do trabalho do ZonaPunk?
Então se torne um apoiador e ajude-nos a manter o site ativo: https://apoia.se/zonapunk

O The Casanovas voltou. Após um hiato de 5 anos, vem álbum novo por aí e o ZP conversou com os australianos para saber um pouco mais sobre esse lançamento. Confira abaixo o papo da banda com Naty Monteiro.

Terra Casanova, o último disco de vocês, é de 2015. Por que vocês tiveram esse intervalo de 5 anos para lançar um novo álbum?
Quando fizemos a tour na Europa em 2017, estávamos inspirados para gravar um novo álbum e fazer uma nova turnê. Mas a vida levou para outros caminhos e retardou um pouco as coisas. E também houve um tempo estratégico da gravadora para divulgar o disco e os materiais. E de repente, quando você vê, já se passaram 5 anos. Mas na próxima turnê, que provavelmente será ano que vem, planejamos fazer tudo um pouco mais rápido.

O álbum novo chegou no final de agosto. O que podemos esperar de Reptilian Overlord?
Sentimos que ele é o nosso álbum mais forte. É um outro belo registro do rock’n’roll, mas com algumas variedades, como mais melodia, mais luz e mais sombra.

Qual a música favorita de Reptilian Overlord e por quê?
A coisa boa desse álbum é que cada um tem uma música favorita diferente. Pra mim, a melhor é “Hollywood Riot”, pois tem todos os elementos de uma grande canção de rock: grandes riffs, grandes refrões e é muito divertida de tocar.

Infelizmente, a pandemia impediu as bandas de subirem aos palcos, pelo menos da forma mais tradicional. Como vocês encaram o lançamento de um disco novo, depois de tantos anos e tanta espera dos fãs, sem ser possível entrar em tour?
Sim, é um grande infortúnio. Nós estaríamos passando pela Europa agora se não fosse pelo vírus. Mas tudo o que podemos fazer no momento é interagir on-line, através das mídias sociais, e assim que for possível iremos fazer algumas lives e tocar ao vivo para todo mundo ver. Esperamos que no próximo ano possamos sair em tour novamente para fazer shows reais para pessoas reais. Mas sim, no momento está tudo muito frustrante. Não vemos a hora de tocar de novo!

Vocês acham que shows e turnês acontecerão da mesma forma após o mundo voltar ao “normal” pós pandemia?
Realmente esperamos, mas não podemos ter certeza de nada nesse momento. Porém, achamos que poderemos voltar ao normal. Você não pode colocar cercas em torno da vida!