#ZPDailyReview: Blaqk Audio – Beneath The Black Palms

Gosta do trabalho do ZonaPunk?
Então se torne um apoiador e ajude-nos a manter o site ativo: https://apoia.se/zonapunk

Todo dia um review rápido, uma indicação do que ouvir e o caminho das pedras:

Blaqk Audio – Beneath The Black Palms (2020)

Quinto disco deste projeto synth-pop composto por 50% do AFI, mais precisamente Davey Havok e Jade Puget.
Oitentista até o osso, e com claras influências de nomes como Dead Or Alive, Bronski Beat, Human League e congêneres, o álbum solidifica uma discografia que, se não é originalíssima em timbres e idéias, ao menos desempenha muito bem o papel nostálgico e de tributo a uma época musical um tanto subestimada. O tributo é inclusive estético, a capa de “Beneath The Black Palms” nos remete imediatamente a capa do “Boys Don’t Cry” (1980) do The Cure, por exemplo.
Onze novas faixas, todas de base eletrônica, algumas pendendo mais para o lado dançante, outras caminhando por trilhas mais soturnas, algo post-punk, dando um belo equilíbrio no produto final.
Cada vez mais a vontade no Blaqk Audio, não me surpreenderia se Davey e Jade abandonassem de vez o AFI, mas nada impede que vivam esta vida dupla, mesmo sabendo que estas influências new wave/post-punk sejam cada vez mais presentes no trabalho de sua banda principal – para decepção de muitos fãs mais ligados à face hardcore do grupo.
De todo modo, “Beneath…” é um belo disco, daqueles que poderiam ter sido lançados em 1984 pela Mute Records. E isso é um belo elogio.
Ouça via plataformas digitais.

https://open.spotify.com/album/2UlNQTxt3T7UBSLG5hbW16?si=Qg8iCadwQly9qHcfA7QFqA