Após 16 anos, Porão GB reaparece com EP de inéditas nas plataformas digitais

Gosta do trabalho do ZonaPunk?
Então se torne um apoiador e ajude-nos a manter o site ativo: https://apoia.se/zonapunk

Segue o release enviado pela banda: Desde 2004 a banda pernambucana não disponibilizava músicas inéditas, ocasião em que lançaram os singles “O Nome da Rosa” e “Novamente”, já sinalizando um notável amadurecimento e parecendo virar de vez a página do hardcore melódico do bem sucedido album “Emoções Inexperientes” (2002), período em que o ‘emocore’ explodia no mainstream brasileiro. A parada se deu, apesar do momento favorável na época, à saídas e mudanças de alguns integrantes que queriam partir pra outros projetos musicais ou de vida.

O novo material conta com 3 faixas, todas com letras que tratam fundamentalmente de relações pessoais: ora de forma narrativa, ora poética. “Desencontros em Encontros”, primeira faixa do EP e única delas escrita desde a antiga formação, canta em seus refrões: “Não foram só os meus versos que modificaram com tudo isso.” parecendo descrever com clareza o começo do fim da convergência de interesses entre os indivíduos.

Já “As Chaves” e “Antirreflexo”, outras duas faixas que compõem o pacote de composições escolhidas para o registro, falam de experiências pessoais de autoconhecimento e entendimento sobre relacionamentos amorosos que vêm e vão em nossas vidas. Temáticas bem recorrentes da escrita de Cadu Borba, vocalista e autor de todas as letras do grupo desde o começo e que sempre foram uma marca registrada conhecida do público que o acompanhava. O novo registro não ficará apenas restrito à áudio: videoclipes também deverão aparecer nos próximos capítulos.

A Porão GB é uma banda formada em 1998, em Recife. Como tantas outras daquela cena, surgiu do encontro de jovens amigos de colégio ou de pistas de skate que queriam fazer suas próprias músicas a partir da influência do punk rock e de um hardcore quase sempre com linhas melódicas bem exploradas, estilo que vinha ganhando notoriedade no mundo, aparecendo em coletâneas e trilhas sonoras de esportes radicais. Muito representado por algumas dezenas de bandas americanas, principalmente na Califórnia.

Em sua carreira, que já contabiliza mais de 20 anos, a banda conta com passagens em festivais importantes como o Abril pro Rock, e turnês e aberturas de shows com quase todas as bandas do cenário nacional relevantes no segmento, incluindo uma passagem pelo lendário Hangar 110 em São Paulo. Sendo citada como influência para alguns que compuseram a posterior cena “emo” dos anos 2000.

Contando com os substitutos Leco Valença na bateria e Rodrigo Breck na guitarra (desde a saída dos parceiros que faziam parte durante o auge da trajetória) a banda chegou a participar de alguns festivais e shows pontualmente, mas nunca chegaram a registrar suas participações em gravações. Todos os materiais antigos também foram incluídos nas plataformas de streaming.

A Porão GB pretende não repetir o hiato e já projeta novas gravações de composições inéditas, para um futuro bem mais próximo.

Confira o lyric video de “Desencontros em Encontros”: